Bebê baiano é submetido a cirurgia inédita no país

topo 1

Na Maternidade Prof. José Maria De Magalhães Neto, em Salvador, no bairro do Pau Miúdo, Unidade administrada pela Santa Casa de Misericórdia da Bahia, foi realizada no dia 18 de junho de 2014, o primeiro procedimento no país, para o tratamento cirúrgico da Gastrosquisis pela técnica Simil Exit idealizada pelo cirurgião pediatra argentino Dr. Javier Svetliza.

Dra. Célia Britto, cirurgiã pediátrica conheceu a técnica e seu idealizador em recente congresso realizado na cidade de Barranquilha, Colômbia. Com a qual ficou encantada. Esta técnica que consiste na redução extra útero intrapartum do conteúdo intestinal que devido a um defeito congênito na parede abdominal se encontra exteriorizado, “portanto fora do abdome”. Com esta técnica os riscos de complicações pós operatórias causados por este defeito são em muito minimizados propiciando uma melhor evolução, alimentação e alta precoce.

O procedimento é realizado imediatamente após o nascimento ainda entre as pernas da mãe com o cordão umbilical ligado mantendo desta forma a oxigenação do bebê e o fornecimento de medicação sedativa aplicada na gestante e transmitida ao feto através desta via. Desta forma dispensa a anestesia do bebê, assim como a necessidade de ventilação mecânica e evita a distensão das alças intestinais favorecendo uma redução menos traumática que impactará no funcionamento mais rápido do trato digestivo.

Para este procedimento a gestante é acompanhada por ultrassonografia que avalia as condições do intestino exteriorizado e a maturidade fetal indicando o melhor momento para a interrupção da gestação. A cesariana eletiva é programada e deve ocorrer entre a 34ª e 36ª semana gestacional, evitando desta forma o comprometimento das alças intestinais exteriorizadas.

O procedimento é realizado sob Raqui anestesia, estando a gestante consciente. Mãe e filho conscientes o que lhes permitem encontro emocionante ao final do procedimento, cuja duração é de 3 a 5 minutos. O tempo médio de internamento com este procedimento é de 20 dias quando anteriormente era de 60 a 90 dias.

Foi indispensável para a realização do mesmo a colaboração da Instituição e o envolvimento harmonioso e afinado de toda a equipe profissional médica e de enfermagem. A equipe médica foi composta de 2 obstetras: Dr. Amado Zirala e Dra. Sabrina Carvalho, pelos cirurgiões pediatras: Dra. Célia Britto e Dr. João Eugenio Dias, pela equipe de anestesia coordenada por Dra. Leticia Bulhões, e equipe de neonatologista coordenada pelo Dr. Samir Nasser. O bebê iniciou dieta no 8º pós operatório e já se encontra em unidade semi intensiva.

ASSISTA AO VÍDEO DA CIRURGIA:

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses cookies to offer you a better browsing experience. By browsing this website, you agree to our use of cookies.
X
X
X